Bem vindo ao blog

twitter orkut facebook youtube

Canal Stetsom - Repel Loja de Som e Acessrios Automotivos

01
jul

Amplificador Classe D 160 watts RMS (2 canais 80W RMS)

 

Linha: Linha DS
Referência: DS 160×2
Número de Canais: 2
Potência Máxima: @ 13,8 VDC – 2 OHMS: 160W RMS (2 x 80W RMS)
@ 13,8 VDC – 4 OHMS: 90W RMS (2 x 45W RMS)
Relação de Sinal / Ruído: >91dB
Resposta de Frequência: 50Hz a 24KHz
Impedância de Entrada: 1K OHM
Distorção Harmônica Total (THD): 0,03%
Sistema de Proteção: Curto na saída / Proteção Térmica
Tensão de Alimentação Minima: 10 VDC
Tensão de Alimentação Máxima: 16 VDC
Consumo em Repouso: 280mA
Consumo Máximo Musical: @ 13,8 VDC: 6,3A
Consumo Máximo em Sinal Senoidal: (1KHz) 13,8VDC: 12,7A
Dimensões (LxAxP): 83,5 x 30,5 x 60mm
Peso: 0,130Kg

Save on DeliciousShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
29
jul

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2014/07/img_3-300x148.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
22
jul

 

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2014/07/banner_controle-229x300.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
25
jun

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2014/06/Banner-Taramps-300x300.pngShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
25
jun

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2014/06/375878_287316011365239_797175558_n-300x111.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
13
abr

Para quem não o conhece, o amplificador é um equipamento que aproveita uma pequena quantidade de energia para controlar uma quantidade maior, em outras palavras, os eles devem amplificar os sinais até níveis suficientes com um bom rendimento energético. O amplificador pode ser Mono (potencializa o áudio de apenas alto-falantes) ; dois canais ( permite amplificar o sinal de dois alto-falantes e um subwoofer – sons graves ) e quatro canais  (capaz de aumenta o sinal de até quatro auto-falantes de dous subwoofers).

Amplificadores Digitais Stetsom

Os amplificadores podem ser encontrados em equipamentos musicais, televisores, computadores, aparelhos de CD portáteis e outros dispositivos que utilizam alto-falantes para produzir som. Porém, existem diferentes tipos de amplificadores, entre eles: amplificadores eletrônicos; amplificadores valvulados; amplificadores transistorizados; amplificadores operacionais; além dos amplificadores de potência e os amplificadores digitais, e é sobre eles que vamos falar um pouco mais.

Os amplificadores de potência têm como principal função fornecer a partir de pequenos sinais, grandes sinais à carga de baixa impedância (grandes correntes), portanto potência. Os amplificadores são geralmente divididos em classe que leva em consideração as características de operação do estágio de saída de amplificadores, como por exemplo, a qualidade da potência. São várias classes, dentre elas a Classe A, onde o amplificador possui a melhor qualidade de som sem distorção, mas com um consumo de potência muito grande.

Já os amplificadores digitais são baseados em princípios digitais e já têm uma intensa força no tamanho e na eficiência dos equipamentos e eles já ditam o padrão de qualidade do som. Esses equipamentos têm o potencial para uma extraordinária eficiência e com gasto mínimo de energia.

Agora para quem deseja aumentar a potência do carro, as dicas são outras. O primeiro passo é procurar lugares de confiança, nem sempre o mais caro é o melhor e o mais barato o mais indicado. Faça uma pesquisa, procure pessoas que já modificaram a potência do carro, de preferência que seja igual ou parecido com o seu.

Os lugares que normalmente oferecem esse tipo de serviço seguem algumas exigências e premissas antes de projetar o carro, como por exemplo: tentar adequar o carro a certo limite de preço; estar de acordo com os padrões de emissão e fornecer o máximo de vida útil para seu carro.

Há diversas maneiras de potencializar seu carro, como: mudar o chip do computador – algumas vezes você pode mudar o desempenho do seu carro trocando o chip ROM na unidade de controle do motor (UCM); deixar o ar entrar mais facilmente – como o pistão se move para baixo na marcha de entrada, a resistência do ar pode roubar força do motor; deixar tudo mais leve – peças mais leves ajudam a melhorar o desempenho do motor; aumentar a atividade do cilindro, entre diversas outras.

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2012/04/amplificador_digital_stetsom.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
03
jan

O amplificador é um equipamento eletrônico usado quando se precisa aumentar a intensidade de sinais muito fracos, para sinais mais fortes. É como pegar uma pequena quantidade de energia para controlar uma quantidade maior de energia das antenas, de microfone, instrumentos musicais e outros.

Amplificador a Válvulas

Os amplificadores também são utilizados quando se precisa de sinais potentes de saída, como transmissores, aparelhos de áudio, etc. E também em etapas intermediárias, para levantar os sinais a níveis adequados para fases do ciclo.

O subwoofer é um importante aliado para os amplificadores. O subwoofer é a caixa responsável pela reprodução de sons graves, ou seja, é ele quem faz com eu os sons mais pesados, fique ainda mais realista.  Quando tem um amplificador incorporado, melhora ainda mais o sistema do subwoofer, uma vez que o controle dos graves passa a ser independentemente das outras frequências.

Existem diversos tipos de amplificadores, principalmente quando os assuntos são os instrumentos musicais. Além disso, cada tipo de música ou estilo musical vai pedir um amplificador diferenciado. É muito difícil falar exatamente qual o melhor amplificador para cada tipo de instrumento musical, pois isso varia de acordo com o estilo.

Os amplificadores de áudio têm personalidade sonora própria, ou seja, cada fabricante e modelo têm uma curva de freqüência especifica que altera consideravelmente o som do instrumento.

A amplificação do sinal é a fase mais importante para o funcionamento de qualquer amplificador de guitarra. Um amplificador de guitarra pequeno ficará bem se o músico estiver usando uma guitarra em uma banda de jazz, por exemplo. O exercício de entrada do amplificador de guitarra aceita o sinal de entrada a partir do pré-amplificador de guitarra ou diretamente de guitarra é média em watts.

Como para os outros instrumentos, os amplificadores para teclados também são variados. O Staner KS-150 é um modelo de fabricação simples e objetiva. O Roland KC-100 é o exemplo de linha no que se refere a amplificadores. Já o Marshall é um tipo de amplificador para todos os gostos, bolsos e estilos.

Já o baixo ou contrabaixo até podem ser ouvidos sem os amplificadores, porém o som fica muito baixo. Portanto o amplificador para baixo é necessário, principalmente quando existe a necessidade de tocar em um ensaio ou qualquer outro lugar onde você não esteja sozinho.

E por fim, é importante que antes de comprar qualquer amplificador, certifique-se de testar o amplificador na loja.

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2012/01/amplificadores_de_som-300x297.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest
03
jan

A Stetsom está no mercado há mais de 20 anos atuando no segmento de som automotivo, mais especificamente na produção de amplificadores de som para autos e antenas automotivas. Além disso, a Stetsom está sempre de olho sob rigorosos padrões de qualidade assegurados por constantes programas de treinamento e equipe técnica altamente qualificada.

Amplificador Stetsom Vulcan 8K2E 8300W Rms 1 Ohm

Dentre os produtos de qualidade que a Stetsom produz estão os amplificadores. Para quem não o conhece, o amplificador é um equipamento que aproveita uma pequena quantidade de energia para controlar uma quantidade maior, em outras palavras, os eles devem amplificar os sinais até níveis suficientes com um bom rendimento energético. O amplificador pode ser Mono (potencializa o áudio de apenas alto-falantes); dois canais ( permite amplificar o sinal de dois alto-falantes e um subwoofer – sons graves ) e quatro canais  (capaz de aumenta o sinal de até quatro alto-falantes de dois subwoofers).

Os amplificadores podem ser encontrados em equipamentos musicais, televisores, computadores, aparelhos de CD portáteis e outros dispositivos que utilizam alto-falantes para produzir som. Porém, existem diferentes tipos de amplificadores, entre eles: amplificadores eletrônicos; amplificadores valvulados; amplificadores transistorizados; amplificadores operacionais; além dos amplificadores de potência e os amplificadores digitais, e é sobre eles que vamos falar um pouco mais.

Os amplificadores de potência têm como principal função fornecer a partir de pequenos sinais, grandes sinais à carga de baixa impedância (grandes correntes), portanto potência. Os amplificadores são geralmente divididos em classe que leva em consideração as características de operação do estágio de saída de amplificadores, como por exemplo, a qualidade da potência. São várias classes, dentre elas a Classe A, onde o amplificador possui a melhor qualidade de som sem distorção, mas com um consumo de potência muito grande.

E por último, os amplificadores digitais são baseados em princípios digitais e já têm uma intensa força no tamanho e na eficiência dos equipamentos e eles já ditam o padrão de qualidade do som. Esses equipamentos têm o potencial para uma extraordinária eficiência e com gasto mínimo de energia.

http://blog.repel.com.br/wp-content/uploads/2012/01/Amplificador_Stetsom_Vulcan_8K2E_8300W_Rms_1_Ohm.jpgShare on Facebook+1Share on MyspacePin it on Pinterest